Editar dados de autocontrolo reportados

A área Autocontrolo disponibiliza uma ferramenta de gestão dos dados de reporte de controlo analítico preenchidos na aplicação pelos titulares.

A obrigação de reporte de autocontrolo qualitativo (rejeições) e quantitativo (captações) é da responsabilidade do titular da utilização.

Cabe ao técnico validar os valores indicados pelo titular, de acordo com os boletins analíticos enviados. Caso necessário, o técnico pode substituir-se ao utilizador, indicando novos dados, que ao ser introduzidos vão sobrepor-se aos anteriores, aquando do cálculo da TRH.

Caso o titular não reporte autocontrolo até ao fim de um primeiro período de seis meses, a aplicação preenche automaticamente os valores em falta com os valores máximos definidos no título emitido. 

Para cada entrada mensal, a aplicação distribui a necessidade de reporte dos diferentes parâmetros, de acordo com a periodicidade definida no titulo.

Por cada entrada mensal, o técnico pode recorrer à introdução de valores que digam respeito a medições extraordinárias, resultado por exemplo de um auto de fiscalização.

Regra geral, os boletins analíticos devem ser enviados pelo titular à entidade licenciadora. Nas situações em que estes boletins sejam enviados em formato papel, o técnico deve digitalizar e fazer o upload para a aplicação.